Quais são as características do BRS KURUMI?

A BRS Kurumi caracteriza-se por apresentar porte baixo, touceiras de formato semiaberto, folha e colmo de cor verde e internódio curtos.

Apresenta crescimento vegetativo vigoroso com rápida expansão foliar e intenso perfilhamento.

 

Como se dá a propagação da BRS Kurumi?

O plantio é realizado por meio de propagação vegetativa (estacas).

 

Como o solo deve ser preparado?

O solo deve ser preparado de forma convencional, tornando-o destorroado e uniforme.

O número de gradagem e arações dependem do tipo de solo e de condições específicas de cada região.

 

Quais são as ADUBAÇÕES NECESSÁRIAS?

São necessárias adubações no ESTABELECIMENTO do plantio e ADUBAÇÕES PERIÓDICAS. 

 

No PLANTIO recomenda-se a aplicação apenas da ADUBAÇÃO FOSFATADA, distribuída no fundo dos sulcos.

Para a maioria dos solos são necessários de 100 kg/ha de P2O5, que corresponde a 500 kg/ha de superfosfato simples. 

A aplicação do potássio deverá ser realizada quando o teor deste elemento no solo for inferior a 50 ppm, numa dose de 80 a 100 kg/ha de Cloreto de Potássio.

 

Nas ADUBAÇÕES PERIÓDICAS, a PRIMEIRA adubação em cobertura/manutenção deve ser realizada 60 a 70 dias após o plantio, depois do pastejo de uniformização.

No primeiro ano de cultivo, pode ser feita adubação com NITROGÊNIO e POTÁSSIO, com uma dose de 40 a 50 kg/há de N e K2O.

Após o segundo ano, recomenda-se a inclusão de FÓSFORO na adubação em cobertura na dose de 60 kg/ha de P2O5.

As adubações de cobertura são realizadas durante a estação de crescimento, sempre após a realização do pastejo (manejo rotacionado).  

 

Qual é o tipo de solo indicado para o plantio da BRS Kurumi?

A BRS KURUMI é uma forrageira tropical e adaptada a maior parte das regiões brasileira, sendo recomendada para o uso nos Biomas Mata Atlântica, Amazônia e Cerrado.

É recomendado o cultivo em solos profundos, bem drenados e de boa fertilidade.

 

Qual é a taxa de acúmulo de forragem diário da BRS kurumi?

A taxa de acúmulo de forragem durante o período chuvoso varia entre 120 e 170 kg MS/há/dia

 

Qual é o PONTO FORTE da BRS kurumi?

O valor nutritivo. Os teores de proteína bruta (PB) têm variado entre 18 a 20% e o coeficiente de digestibilidade entre 68 a 70%.

 

Como a BRS kurumi deverá ser manejada?

Recomenda-se que o método de pastejo seja o ROTACIONADO.

A altura de entrada dará quando o pasto apresentar entre 75 a 80 cm de altura e a retirada deles quando o rebaixamento atingir 35 a 40 cm.

O período de descanso dos piquetes tem sido de mais ou menos 22 dias.

 

gallery/plantio capiaçu